(Uma partilha do FB que não podia deixar de guardar aqui)

Lobo homem

«Certa noite, sentado ao redor de uma fogueira, o índio mais velho da tribo explicava para seu neto sobre seus conflitos internos da seguinte maneira:

— Dentro de mim existem dois lobos:

Um deles é raivoso, temperamental, sem paciência, egoísta, cheio de críticas e mal humorado.
O outro é bom, justo, afetuoso, dócil, amigo, atento, observador, calmo, pacífico e alegre.

Nenhum deixa o outro descansar, eles estão sempre em luta um com o outro…

— Qual dos dois ganhará esta luta? — perguntou o jovem.

Com toda a sua sabedoria, o velho índio respondeu:
— Aquele que eu alimentar mais. »

Cabe-nos efectivamente a nós escolher que Lobo-Homem queremos ser…